O Santos disse, em nota oficial divulgada nesta quinta-feira, que identificou cinco torcedores que invadiram o gramado da Vila Belmiro depois da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na última quarta-feira.

O Peixe ainda lamentou os ocorridos e pediu desculpas ao Corinthians (leia a nota oficial abaixo). Ao apito final, a confusão se iniciou com a invasão de um torcedor, que agrediu o goleiro Cássio.

De acordo com a nota oficial do Santos, os invasores do gramado da Vila Belmiro são: Leonardo Valeriano de Souza, Lucas da Silva Ramos, Cristopher Barbosa Barcelos, Matheus da Silva Pereira e Gabriel Andrade dos Santos.

Inicialmente, o clube colocou Roberto Henrique Sabioni e Tiago Rodrigues de Souza na lista de torcedores que invadiram o gramado. Mas os dois foram testemunhas no caso. Em contato com a reportagem, o Santos avisou do erro e pediu a correção.

O delegado Cesar Saad, da Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva, informou à repórter Débora Carvalho, da TV Tribuna, que o agressor de Cássio tem passagem pela polícia em 2017 por tráfico de drogas. Ainda de acordo com Saad, o homem tem 33 anos e é natural de Santos.

De acordo com o Santos, Gabriel Andrade dos Santos é sócio do clube e já está passando pelo processo de exclusão do quadro associativo. O clube não disse qual deles agrediu Cássio, que fez um alerta nesta quinta-feira, sobre "estar perto de uma tragédia".

O Peixe diz que todos os acusados "foram detidos e identificados pela Polícia Militar, já tendo sido elaborados os respectivos Boletins de Ocorrência com a aplicação de pena restritiva de direitos aos mesmos, consistente em multa pecuniária em favor do Estado, denúncia junto ao Ministério Público."

Ge

Deixe seu Comentário