Em pleno Camp Nou, o Eintracht Frankfurt venceu o Barcelona por 3 x 2 e avançou às semifinais da Europa League, onde enfrenta o West Ham, que passou pelo Lyon. O time alemão fez uma partida estratégica e taticamente perfeita, deixando a bola com o Barcelona, que jamais soube o que fazer com ela. Claro que o pênalti a favor com três minutos de jogo ajudou bastante no plano traçado, inclusive na questão anímica, já que os Culés sentiram bastante a desvantagem logo no começo. Borré fez um golaço de fora da área ampliando e Kostic fez o terceiro gol (o seu segundo no confronto) praticamente garantindo a classificação. Busquets e Depay ainda deram um sopro de esperança, que acabou com o apito final do árbitro após quase dez minutos de acréscimos.

Invasão Alemã

Mais de 30 mil torcedores do Eintracht foram para a Catalunha acompanhar a classificação e encheram o Camp Nou muito além do que lhes foi destinado oficialmente. O estádio do Barça ficou realmente "pintado" de branco (as cores do arquirrival Real Madrid) e com sotaque alemão!

VAR Falhou

A partida teve uma inusitada confusão na tecnologia do VAR, que talvez tenha feito inveja em quem manuseia o equipamento no Campeonato Brasileiro. Basicamente, Busquets balançou a rede do Eintracht e o juiz foi para a beira do campo ver o lance. O problema é que a imagem não estava aparecendo no monitor. Resultado? O árbitro de vídeo decidiu que o volante do Barcelona estava impedido e teve que passar por rádio para o juiz do campo a decisão. Meio jurássico, mas problemas também acontecem na Europa.

Ge.com


Deixe seu Comentário